Fale conosco

pedale.piaui@yahoo.com.br

Java, bicicleta elétrica produzida no Brasil

Popularíssima na China, muito usada em cidades européias, a bicicleta começa a despontar como alternativa de transporte em grandes metrópoles que enfrentam graves problemas de mobilidade urbana. Há quem aposte na bicicleta elétrica, com motor auxiliando a pedalada, como o veículo do século XXI. A General Wings, marca com loja matriz em São Paulo e representantes em todo país, possui um modelo de bicicleta elétrica de produção nacional: a Java.

Com quadro de alumínio fabricado no Brasil, componentes importadas de Taiwan e motor de 450W de potência originário dos EUA, a Java possui um detalhe que a remete ao universo do automóvel: ela surgiu de um projeto de carro popular de dois lugares. O fundador da GW, Ricardo de Féo, diz que as iniciais da marca também remetem à famosas siglas de grandes montadoras.

A Java custa R$ 2.800 com um estojo de bateria. A bateria sobressalente sai por R$ 558,60 e o refil da bateria (para troca quando acaba sua vida útil) custa R$ 323,00. No vídeo, confira como funciona a bicicleta elétrica brasileira Java e confira um exclusivo "test drive"!


Fonte: Autoesporte, 16/12/2010

Projetos de Incentivo ao Uso da Bicicleta aqui.

Um comentário:

Eng. Wolverine disse...

Parabéns por não terem citado a bicicleta elétrica como "bicicleta verde" ou "bicicleta ecológica", como tenho escutado frequentemente. A pergunta que não quer calar: pra onde vão todas essas baterias daqui a algum tempo??? Acredito nas bicicletas elétricas para idosos ou portadores de alguma limitação para pedalar. Talvez como uma transição entre o automóvel e uma bicicleta puramente mecânica, à tração humana, essa sim, ecológica, saudável. E já que foi comentado no video a respeito da frenagem da bici elétrica, vale dizer também que a eficiência de frenagem da elétrica é inferior a da bici convencional devido ao acréscimo de peso.